Fotografia

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ser Mulher Simples Assim

Ser Mulher Simples Assim

Passeando por Lisboa!

 

Sem Título.jpg

 

 De vez em quando eu e o meu marido rumamos até á capital a aproveitamos um dia inteirinho só para passearmos os dois sem miudos atrelados á nossa perna!!

É um dia especial pois parecemos dois namorados a passear de mão dada sem preocupações, e é um dia sempre bem aproveitadinho.

Normalmente gostamos de passear pela Baixa, pelo Chiado, ou subimos até ao castelo de São Jorge e apreciamos a vista desta cidade que é tão bonita.

Desta vez fomos até ao Chiado (adoro esta zona), subimos até ao Largo do Carmo, visitámos o Convento do Carmo (antigo convento da Ordem dos Carmelitas da antiga Observância) pelo qual me apaixonei, achei lindo estar dentro de paredes mas sem telhado, sei que este facto se deve ao terramoto de 1755 mas não deixa de ser bonito. Imagino á noite com um céu repleto de estrelas, deve ser maravilhoso. Vimos as vistas do Elevador de Santa Justa, lindo lindo. E fomos beber um cafézinho relaxadamente nas traseiras do Convento do Carmo, Topo Chiado, local todo reconstruido e muito agradável.

Descemos e fomos até ao Rossio tendo passado pelo Mercado da Baixa, almoçámos no restaurante " João do Grão".

Descemos até ao Tejo admirando cada estátua viva e as montras cheias de roupas e acessorios lindos!!!

Ao chegarmos  ao Terreiro do Paço deixámo-nos ficar um pouco pelas esplanadas e visitámos o museu da cerveja.

Caminhámos ao longo do Tejo terminando o nosso passeio no Mercado da Ribeira num espaço que adoro "Market Time Out". Já mereciamos uma cerveja fresquinha pois o dia foi longo e quente!

A nossa capital tem de facto cantos e recantos cheios de beleza desde o mais tipico ao mais moderno, é uma cidade cosmoplolita e bem na moda!

Havemos de voltar!

 

1.jpg

 

2.jpg

 

3.jpg

 

4.jpg

 

5.jpg

 

6.jpg

 

7.jpg

 

8.jpg

 

9.jpg

 

10.jpg

 

Simples Assim!! 

Black Friday!

Black-Friday-3-.jpg

 

 

Parece que hoje há uma grande febre com a "Black Friday", e por aqui, no universo da Sapo também não foi esquecido.

Sendo assim, e segundo a ideia da Sapo vamos cá fazer um post para recomendar um blog deste nosso universo.

A minha escolha cai sobre o blog Chic'Ana, que gosto muito de ler pela autenticidade dos posts sempre acompanhados por muita criatividade das bandas desenhadas.

Além disso é uma simpática que me deixa sempre um comentário arrancando-me sempre um sorriso de tanto que gosto de os receber!

http://chicana.blogs.sapo.pt/

Vá lá, espreitem a Ana que vale a pena. Prometo que não se arrependem.

E comprinhas? Já fizeram muitas?

 

Simples Assim

 

 

Atum com bacon e batata palha!!Mais uma invenção!

phụ-nữ-nấu-ăn.jpg

 

 

 

Um dia destes saí do trabalho com a ideia de fazer para o jantar uma espécie de bacalhau á braz mas em vez de bacalhau usar atum. Até aqui tudo bem.

Cheguei e pus mãos á obra.

Refogadinho de atum com cebola picada, alho e azeite. Juntei as batatas palha e misturei bem misturadinho.

O problema surgiu quando quis misturar os ovos.....não havia! Nem queria acreditar, não tinha ovos!!! O que fazer agora?

Abri o frigorifico á procura de algo que pudesse usar, inventar qualquer coisa com o que havia. Tinha umqa embalagem de bacon ás tirinhas agarrei nelas e coloquei-as a frigir um pouco numa frigideira anti-aderente sem mais nada. Quando ficaram com côr juntei ao preparado anterior, misturei tudo e acrescentei salsa picada e azeitonas ás rodelas. Voltei a misturar e servi bem quentinho.

Pode não parecer mas ficou delicioso :) As crianças repetiram e lamberam o beiço!!!!

Rápido, barato e delicioso!

Simples Assim!!

20161018_195631.jpg

 

20161018_200007.jpg

 

20161018_201117.jpg

 

Nova tarte!

 

treinamento+de+cozinheira.jpg

 

Ora bem, já há algum tempo que não publicava uma tarte cá das minhas :-)

Pois bem, cá fica a última que saiu do meu forno. Não vos deixo foto porque foi comida antes de a tirar :D. Prometo-vos que da próxima vez tirarei a foto antes de a colocar na mesa.

Então para começar e como tinha espinafres no congelador coloquei-os na frigideira com uns dentinhos de alho e um fio de azeite. Juntei umas sobras de carne de vaca picadinha. Vamos mexendo. E juntam-se os cogumelos.

Continuamos à mexer e juntam-se umas sementes de linhaça e de sésamo. Mexe-se mais um pouco.

Estica-se a massa folhada na tarteira. Por cima verte-se o preparado anterior.

Em metade da tarte espalhei milho cozido (apenas metade pois os miúdos não gostam), e por cima de tudo espalha-se a mistura de 4 ovos batidos com um pouco de leite, sal, pimenta e noz moscada.

Vai ao forno até ficar douradinha... et voilà, sai uma tarte inventada ;-)

Estava deliciosa.;-)

Simples Assim!!!!!

Arrumações e ordem nas gavetas!

 

 

arrumos.jpg

 

 

O Outono é sem dúvida alguma um período de mudanças e de renovação. Por isso mesmo as minhas gavetas da comoda levaram com uma vistoria. É verdade! Meti-me ao trabalho e limpei a comoda de peças de roupa que vão permanecendo só porque sim mas que nunca ou raramente saem à rua. Ficou apenas o que realmente gosto e uso.

Sempre tive uma certa mania de guardar tudo porque um dia quem sabe ainda volta a moda, fica apertado agora mas talvez emagreça...etc etc, desta vez pus um basta nesta mania e dei mesmo uma grande volta nas gavetas. Ainda falta o roupeiro.... será o próximo.

Agora cada vez que abro uma gaveta fico satisfeita com o que vejo, para além de estar mais vazia está também melhor organizada facilitando a minha escolha no dia a dia. Descobri até peças que já nem me lembrava que tinha :-D

Outra coisa que levou uma grande volta foram os acessórios! Sendo eu uma viciada neles tenho imensos. Também aqui fiz uma escolha pelo que estava em condições e pelo que realmente uso.

Deixo-vos abaixo alguns links muito uteis para nos dar uma ideia de organização. Mas o importante mesmo é pormos mãos á obra.

https://www.youtube.com/watch?v=M8AlRnVXswU

http://casa.abril.com.br/materia/8-dicas-para-organizar-as-gavetas-de-um-jeito-rapido-e-certeiro

http://sossolteiros.bol.uol.com.br/como-organizar-muita-roupa-no-guarda-roupa-pequeno/

Neste ultimo link fala-se muito em doar as roupas que não usamos e foi o que fiz. A quem dei deu jeito e ficou muito feliz o que me fez feliz também. O primeiro link são videos em que nos dão também umas dicas bem uteis e umas boas ideias.

Estas são as minhas gavetas ;)

 

 

 

20161026_081355[1]

 

 

 Na gaveta de cima coloquei uma caixa de cartão onde coloquei os biquinis todos ordenadinhos e ao lado os tops, na seguinte estão as camisolas e tunicas mais leves e na terceira as camisolas de outono e inverno. As duas ultimas gavetas são do marido ;)

E vocês? Muitas arrumações por aí?? Não se esqueçam que o simples prevalece sempre, nós é que temos a mania de complicar ;)

 

Simples Assim

Leitura Actual!

 

 

00000203103.JPG

 

 

 

Terminei de ler este livro e aconselho-o vivamente a quem goste de ler e de saber um pouco mais sobre a história da ditadura e como viviam as nossas gentes nesta altura. Apesar da opressão existente havia gente de sentimento, de amor e de revolta, e viviam-se vidas diferentes, aqueles que tudo tinham e aqueles que viviam no mundo rural em que nem lhes era permitido sonhar ou aprender a ler para que não tivessem ideais ou ambições.

A história de ficção inserida na nossa história da ditadura, é uma história bonita, de uma mulher que era diferente das demais, que achava que todos deveriam ter sonhos e os mesmos direitos, que não se calava mesmo correndo perigo. Uma mulher que tinha sentimentos contraditórios, pois se por um lado era contra actos a que assistiu por outro apaixonou-se pela pessoa que achava ser autoritária, rude e sem sentimentos pelos outros.

Leiam, não se vão arrepender!

Deixo abaixo a sinopse para terem uma ideia deste romance.

  

Sinopse:

"Além Tejo" é uma fascinante saga familiar, uma deliciosa história de amor e um testemunho vívido do Portugal amordaçado pela ditadura e o obscurantismo.

Estamos na década de cinquenta e a família de António do Couto Maia deixa Lisboa para se fixar em Moura, no Alentejo. A decisão é do chefe de família e surpreende tanto a mulher como as filhas, que não compreendem o que leva um homem de meia-idade a abandonar subitamente a sua confortável vida na capital para mergulhar num Alentejo desconhecido.

É através do olhar inquiridor de Isabel, a filha mais velha, que assistimos ao conflito entre dois mundos: o da cidade, representado pelos recém-chegados, e o mundo rural, que os recebe com desconfiança. Inicialmente atraída pela beleza da vila alentejana, a jovem é confrontada com a prepotência dos senhores e com a miséria dos camponeses, num lugar onde qualquer tentativa de mudança é imediatamente esmagada. O seu sentido de justiça leva-a a colidir com Eduardo Leôncio Teles, o herdeiro da maior fortuna da região, iludindo, assim, a forte atracção que sente por ele. Ao mesmo tempo, Isabel envolve-se nos acontecimentos da vida rural, enquanto tenta descobrir o segredo que levou o pai a esconder-se no Alentejo, arrastando a família para uma existência tão difícil."

 

 

Acho que já referi aqui que o Alentejo tem sobre mim um fascinio qualquer. Nem sei explicar, simplesmente me identifico com esta região que acho tão rica de sabores, sentimentos, beleza paisagistica e calma.....sobretudo a calma. Quando lá chego eu própria mudo, de repente instala-se em mim uma paz, um sentimento de que está tudo bem, de que estou bem....

E por isso mesmo, sendo esta história passada nesta região mais interessante se torna este livro.

 

Deixo-vos aqui um pouco da história exatamente do local onde tudo se passa. Sim porque quando eu leio um livro não fico só e apenas pelo livro, gosto de ir ao encontro do local onde tudo se passa, saber da sua história e das suas gentes, do que tem para visitar, da sua cultura. Pesquiso também sobre o tempo em que tudo se passou, como eram as vidas, o que se vestia, o que se usava.....Quando leio um livro gosto de ser transportada para dentro dele no espaço e no tempo!!

 

Moura - Alentejo

Moura, cidade sede de concelho, fica situada no extremo oriental do Alentejo, na margem esquerda do Rio Guadiana, e é delimitada para oriente, por Espanha. À sua volta estão localizados os concelhos de Barrancos,Mourão, Reguengos de Monsaraz, Portel, Vidigueira e Serpa.

A designação de Moura deve-se à lenda de Moura Salúquia, princesa moura que se suicidou durante a conquista da cidade pelos Cristãos e ao saber da morte do seu amado.

Moura é uma cidade com séculos de história. Tomada aos Mouros em 1166 foi perdida e reconquistada várias vezes até ser conquistada definitivamente em 1295.

Cidade com grande abundância de agua, tem inúmeras fontes e vários jardins sendo também conhecida pelas suas termas e pela agua do Castello.

 

Simples Assim!!!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D