Fotografia

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ser Mulher Simples Assim

Ser Mulher Simples Assim

Férias

20190724_103428.jpg

 

E....voltei!!!

Já fui e já vim de férias. Duas semanas com chinelo de enfiar no dedo, calções, tops, vestidos leves, calor, areia, e mar....aquele barulhinho das ondas, os gritinhos dos miudos que dizem que a água está fria, o sol que nos aquece a pele, os amigos que se fizeram noutros anos e voltamos a reencontrar, aquelas mesmas musicas, cinema ao ar livre, as leituras daqueles livros que nunca mais saíam da prateleira e veêm agora a luz do dia....tudo tão bom!!!!

Novamente fomos para o campismo da Galé em Melides, daqui rumamos a Porto Covo para jantarmos "la bella pizza" na Pizzeria La Bella Vita, e ainda fomos a tempo de apreciarmos a festa Festival Musicas do Mundo, as ruas cheias de tendas com tanto artesanato á venda, muita musica e muita gente. Uma noite quente, em que se pode andar sem casaco, rostos felizes por todo o lado!

Este ano ainda ganhámos coragem e descemos até ao Algarve á praia da Falésia. Ficámos alojados num parque próprio para autocaravanas, muito agradável, com todos os serviços necessários, limpo e com acesso direto á praia. A praia era agradável sem muita gente, com um mar bem calmo como eu gosto, ótima para fazer boas caminhadas. Desta praia facilmente chegávamos a uma outra, a praia dos Olhos d'Água, podendo lá chegar a pé numa agradável caminhada. Os miudos adoraram e fartaram-se de brincar naquele mar.

Visitámos Vilamoura onde já não iamos há muitos anos. Foi para mim dificil entrar aqui á espera de encontrar um ponto reconhecivel daquele tempo e ficar completamente perdida sem qualquer orientação. Como tudo mudou. Tanta gente, tanto comércio, tanto bar, restaurante....tanta vida. Mas lá me orientei e encontrei o então famoso Bar Sete do Figo e do seu sócio China. Confesso que foi um alivio kkkk!!!!

Acabámos por iniciar nesta mesma noite a viagem de regresso, para os miúdos seria mais fácil pois viriam a dormir. Parámos em Ourique, para também nós descansarmos um pouco. Mas bem cedo voltámos a arrancar, parando em Alcácer do Sal para tomarmos o pequeno almoço junto ao rio. Que privilégio!!!

Fizémos uma outra paragem para tomarmos um café e esticar as pernas, e lá fomos de novo, parando no Campera - Carregado para almoçarmos e escondermo-nos um pouco do calor que se fazia sentir.

Chegámos a casa já ao finalzinho da tarde....confesso que vim todo o caminho com o meu coração apertadinho. Não me apetecia voltar. Queria ficar mais uns dias, deixar as rotinas diárias ainda mais um pouco de lado. Os meus olhos ardiam com a força das lágrimas a quererem aparecer....foi duro este regresso á realidade. Talvez não me tenham chegado estas duas semanas. Mas pronto, cá estávamos. Como ainda tinhamos dois dias aproveitei para tratar de nós. Fizemos umas visitas a um novo dentista, dei-me ao luxo de ir ao cabeleireiro sozinha, com tempo para apreciar a lavagem á cabeça que tanto gosto kkkk. E ainda deu para lancharmos um belo berbigão e uma bela ameijoa no já tão conhecido restaurante "O Santo" na Nazaré! Há anos que não o fazia e soube muito bem. Consegui assim deixar de lado aquela amargura que senti no regresso.

Agora há que aproveitar os feriados e fins de semana o melhor que pudermos, para prolongar esta sensação de férias. E claro, rezar para que São Pedro mande um pouco mais de calor nesses dias!

Daqui a nada já é Setembro, e vem a loucura dos livros e material escolar!

A vida anda e roda, e tudo passa num instante!

Simples Assim!!

 

O meu aniversário

 

20190703_230637.jpg

 

E o dia chegou!!

Comecei da melhor maneira, com os miúdos a saltarem para a minga cama, cada um com um ramo de flores na mão! Adorei. Tratamos logo de tirar umas selfies mesmo de cara inchada!!!! Foram ainda incumbidos de me darem a prenda do pai. Tomamos o pequeno almoço com fireito a bolinho que tinha feito na noite anterior. 

Já no trabalho também fui muito acarinhada com abraços e palavras sentidas por parte dos colegas, com os quais partilhei um bolo também ele feito na noite anterior. Devia estar bom pois sobraram apenas duas fatias!

Ao longo de todo o dia fui recebendo mensagens. O almoço,  esse foi mesmo no bar da praia com direito a tostas e bandidas na companhia de uma grande amiga, tendo mais tarde  chegado mais duas para um cafezinho. Muito bom!

No final do dia optei por  jantar nas festas de São Pedro em Porto de Mós. Petiscos, farturas para trazer para casa, uma voltinha, mais uma selfie e o regresso a casa. Simples e taooooo bom. Pequenos  prazeres que criam memórias. 

Adorei tudo, desde que acordei até adormecer. Maravilhoso!

Deixo abaixo os miminhos recebidos.

PSX_20190701_202344.jpg

Simples Assim!

E continuamos em Junho...

 

Sem Título.jpg

 

Só para ir dando noticias deste meu mês. E já me fui oferecendo mais uns miminhos, e dia 18, tal como imaginei tive um super dia com pessoas excepcionais que falam a minha lingua de todos os dias - mesmo trabalho, mesmas dificuldades, as mesmas dúvidas. Foi mesmo muito bom, e claro no final do dia e com tanta emoção acabei por enviar as mensagems de agradecimento a quem me proporcionou este dia e que mais uma vez me respondem com mensagens cheias de amizade e carinho.

Entretanto ofereci-me uns calções de ganga para as férias que já se aproximam. Fiz uma grande arrumação ao meu armário tendo dado muita roupa que ou já  não me servia ou já não usava há muito tempo. Como se costuma dizer, coloquei o coração ao largo. Resultado: fiquei com mais espaço e com aquilo que realmente visto mais à vista. Comprei também junto com os calções de ganga uma camisola azul marinho em malha tricotada que estava bastante em conta e que também irei levar para as férias para aquelas noites mais frias. E já no final da semana é o meu grande dia!!! Quase, quase!

Todos os dias agradeço aquilo que tenho e aqueles que me acompanham nesta jornada da vida. Todos temos dias menos fáceis, é verdade, mas isso não quer dizer que não sejamos abençoados. Ter emprego, amigos, casa, família, saúde mesmo que não a 100% mas quem a tem hoje em dia? Poder ver os meus filhos antes de ir para o trabalho e poder estar com eles no final do dia....é tão bom não é?

Com a familia, tenho aproveitado este tempinho melhor para fazer caminhadas e até tivemos a sorte de já apanhar uns dias bons para ir á praia! É verdade, estou mesmo com sorte. Duas tardes que fomos agraciados com um tempo fantástico e aproveitámos ao máximo, claro. Até á água fui, eu, que sou tão friorenta!!!!

Também fomos ver os D.A.M.A em São Martinho do Porto, e no final do concerto e de correr todas a s barraquinhas deliciamo-nos com um pão quente com chouriço huuummmm, só de relembrar....

Também fomos à festa das cerejas em Cós Alcobaça,  acho que não ia há mais de vinte anos (credo, que isto agora pareceu-me tão mau kkkk). E lá fomos, levei os meus e ainda se juntaram mais um irmão e uns amigos que cá estavam, bem, só nós enchemos logo a terrinha que não é grande. Posto isto lá levámos cerejas para o lanche! A minha mãe, que tem aqui as suas origens, estava nas nuvens a explicar como tudo era no tempo dela!

E é isto. E tão só isto que me faz feliz. São os detalhes, as pequenas acções,  os passeios mais simples, os momentos aproveitados ao limite. 

PSX_20190625_165955.jpg

PSX_20190625_164526.jpg

Simples Assim!

 

 

Junho!!!

Junho é o meu mês. Faço anos apenas no final, mas assim que chego ao dia 1 de Junho sinto uma mudança,  um bem estar. Não poderia ter nascido noutro mês que não este. Tem tudo a ver comigo. A temperatura é amena, nem muito quente nem muito fresco. Passamos a usar roupas mais leves, começamos a ver flores por todo o lado e tudo está mais verdinho. Começam também as primeiras idas à praia.

Ao contrário de muita gente, eu gosto de fazer anos. Fico mais velha, é  um facto, mas também quer dizer que estou cá,  que estou bem, que se estou mais velha também tenho outra maturidade e mais experiência  de vida. 

Este ano, para além do meu dia de anos, decidi comemorar todos os dias do mês! Ir a algum sitio que goste e me faça bem, comprar um miminho, arranjar um tempinho para me cuidar, só para mim, rir e deixar de me preocupar tanto. Afinal eu mereço,  e se eu não  cuidar de mim quem cuidará? Certo?

Um dos primeiros mimos foi contemplar o melhor espetaculo do dia: o pôr do sol. A minha hora de ouro sobre um mar de prata. Encomendei um perfume através do site Perfumes &Companhia, que por incrivel que pareça, fiz apenas a ver a embalagem, olhei e achei que tinha tudo a ver  comigo, o Escada Blossom Miami . A encomenda ja chegou, e não podia ter sido melhor. Estou mesmo muito satisfeita. O perfume vinha embrulhado numa papel muito  feminino com direito a laço e tudo. Junto vinha também um perfume em rollon, uma amostra do perfume da Cartier e outro de Giorgio Armani, vinha também uma amostra de base e outra de um creme de rosto. Adorei tudo. Parecia uma miuda de volta da caixa!!!!

Entretanto também mandei vir do site Capas para Telemóveis duas capas novas para o meu samsung A6, uma rosa e outra transparente mas ambas em silicone super fino e elegante. Deve chegar na proxima semana.

Hoje ao fazer compras no lidl aproveitei o fato  de banho vermelho,  lindissimo e num preço super em conta. Também a Modalfa me ofereceu 5euros de desconto numa compra neste meu mês de aniversario, que já aproveitei num vestido e clutch em palhinha.

Tenho aproveitado também para almoçar com as amigas, que é sempre tão bom.

Estamos a dia 7 e estou mesmo a sentir-me mimada por mim e pelos outros. Dia 18 vou estar presente num evento de trabalho que funciona como um agradecimento e reconhecimento do meu trabalho assim como todas as minhas colegas com as mesmas funções que eu. Vai ser uma festa tenho a certeza. 

Esta mesmo a correr bem e eu estou mesmo a sentir-me muito feliz!

20190531_185102.jpg

20190605_202355.jpg

20190607_213028.jpg

20190607_213920.jpg

Simples Assim!!

Aniversário

 

20190519_000624.jpg

 

E hoje fez 3 anos que entrei nesta comunidade que é  a blogosfera da sapo. Ultimamente não tenho aparecido. Ando ausente,  porque me sinto mesmo ausente...sem vontade e sem ter o que dizer. Há 3 anos quando iniciei este blog dizia exatamente que viria aqui apenas quando tivesse algo para dizer. Algo sentido ou desejado. Os últimos tempos têm sido difíceis. Procuro algum tipo de entusiasmo que não aparece. Não sei se é cansaço temporário ou se preciso mesmo de mudar alguma coisa. Talvez precise, mas ainda não tenha descoberto o quê e para quê. Acho que de vez em quando passamos assim por uma fase destas. Parece que ficamos paradas no tempo a pairar, à espera de algo, suspensas...já se sentiram assim? É uma fase em que acho que precisamos de nos reorganizar, fisica e mentalmente. Ou mudamos ou aceitamos não é? Partirá sempre de nós. Enquanto não me encontro, enquanto nao me decido, acho que não vou ter muito para partilhar convosco, e irei continuar um pouco ausente....Para ser sincera já pensei em fechar a conta, mas depois pensei não,  nao fecho, não devemos ser radicais quando andamos em dúvidas,  ou à procura de algo certo?

Vou manter-me por aqui, mas um pouco ausente. Sempre vou lendo os vossos posts que tanto gosto. E talvez a inspiração regresse um dia destes.

Simples Assim!

Quem somos?

20190402_153112.jpg

 

O que é que nos define como pessoas? O caráter, a aparência, a religião, a raça, o emprego, o nosso estado civil, a nossa sexualidade?... Ou tudo junto?

Ouço vezes sem conta descreverem alguém como sendo boa pessoa, muito prestável mas....(e aqui é a escolha do que está a acima).

Acho triste que ainda hoje haja rótulos como se nos dividissem por catálogos ou prateleiras. 

Na realidade ainda existem muitos estigmas sobre muita coisa. E de alguma forma sinto que eu própria os tenho. Somos educados a ver as coisas de uma maneira, à qual chamam normal, e depois ao longo da nossa vida vamo-nos deparando com outras realidades e vamos ficando confusos com o que pensamos, sentimos e com que queremos pensar e sentir. Muitas vezes somos levados pelos outros, somos influenciados pela familia ou amigos...Vivemos numa sociedade muito imperfeita. Não conseguimos olhar para nós e para os nossos defeitos, mas facilmente apontamos o dedo ao outro. E por muito que queiramos mudar lá está aquele velho bichinho entranhado pela educação que tivemos, a dizer que não é normal, que não é perfeito, que falta qualquer coisa para ser bom....deve ser por isso que o Homem nunca se sente verdadeiramente feliz. Porque falta sempre qualquer coisa,  porque olha sempre para o lado para comparar, porque nunca nunca nada está perfeito. É preciso mudarmos, é preciso ficar feliz pelo outro para também nós sermos felizes. É preciso mudar mentalidades e sentimentos. É preciso aceitarmos.

Simples Assim!

 

Gerir conflitos!

img_1252.jpg

 

Já alguma vez sentiram que todos vos procuram numa situação de aperto ou desespero ou simplesmente de desabafo???

Há quem diga que é um dom, será mesmo?

É de facto gratificante quando aquela pessoa sai de perto de nós mais aliviado e de sorriso na cara. Mas e quantas vezes não deixam a sua carga negativa com quem as ouviu? Ás vezes não é fácil. E será que a outra pessoa sabe disso? Será que alguma vez se lembra disso?

E quando nós precisamos e não temos ninguém? Como se tivessemos sido feitos apenas para ouvir, e se não estamos bem para ouvir...não somos amigos, somos egoistas. Quantas vezes não começamos uma conversa, um desabafo, e o nosso ouvinte responde-nos com os seus exemplos e a sua vida...e de repente a conversa já não está centrada em nós mas naquela pessoa. E ficamos suspensos naquele pensamento: wow, como é que isto aconteceu????

E será isto um dom? Termos sempre a palavra certa para aquela pessoa, termos sempre um conselho...a maior parte das vezes sentimo-nos bem com isso, mas depois há aquele dia em que está pesado demais, apetece mandar tudo á fava, que nos deixem em paz ou venham ter connosco se for para rir senão deixem-se estar sossegados. Afinal também temos os nossos conflitos, interiores e exteriores. E ás vezes são tantos.

E quando ouvimos desabafos de duas partes, uma tem razão mas a outra também não deixa de ter. Bem....então aí é mesmo preciso ter jogo de cintura e andar com muito cuidado pois o terreno está completamente minado. Mas pronto. Temos aquele dom, e conseguimos gerar pensamentos diferentes, visões numa outra perspectiva e criar harmonia. Mas ufa, que carga enérgica. É que ficamos de rastos mesmo. Felizes porque fizemos alguém feliz, mas esgotadas. E depois isto repete-se, em casa, no trabalho, com amigos....

Enfim...e no meio disto tudo, não sei dizer se é bom ou mau procurarem-nos para esse consolo.

Ás vezes é melhor aceitar as coisas como elas são, do que fugir delas não é? Fugir daquilo que somos por vezes traz-nos infelicidade. Aceitar torna-se mais fácil, mais leve e torna-nos mais felizes.

Por isso talvez seja melhor aceitar, estar disponivel. E quando estamos naquele dia não, o melhor será afastarmo-nos, ficarmos no nosso canto caladinhos para não darem por nós. 

images (1).jpg

Simples Assim!

A melhor versão de ti!

versao.jpg

Muito se tem lido e falado sobre o descobrir quem somos e o que realmente queremos. Há neste momento uma grande escolha de livros e mentores a ensinarem-nos a viver ou a retomar a vida de uma forma mais simples e sentida. Eu própria não resisti e já tenho dois livros dentro deste género. Um deles que está muito na moda agora é o " Vive a tua luz" de Inês Nunes Pimentel. Li-o todo. Acho que não me convenceu a 100% uma vez que não me enquadro em algumas das situações. Acho que mais do que nos encontrarmos ou retomarmos a nossa vida o que acontece é que paramos para refletir chegando á conclusão que o que acabámos de ler tem toda a lógica e que nos estamos a esquecer de algumas coisas fundamentais na nossa correria do dia a dia. Como disse nem tudo veio ao meu eu digamos assim. Mas algumas outras coisas sim. Ficamos a pensar naquilo que acabámos de ler e depressa chegamos á conclusão que é realmente assim e deviamos parar mais para pensar e sentir mais. Fazer as coisas com mais calma de maneira a poder viver plenamente esse momento.

Li um comentário há dias que dizia que estes livros não são necessários para a nossa vida para conseguirmos andar para a frente. Se calhar é verdade, mas se calhar andamos todos a precisar de os ler para nos relembrarmos de um monte de coisas que nos fazem felizes, que de tão simples que são nem nos lembramos delas.

A verdade é que há pequenas coisas que nos fazem sentir muito bem, como o facto de acendermos uma vela, colocarmos uma musica relaxante e mergulharmos na banheira, sentir  relva ou a areia da praia nos pés nus, exfoliarmos a nossa pele e sentir cada centimetro da mesma, estarmos conectadas com aquilo que estamos a fazer em vez de o fazermos e termos na cabeça mil e uma outra coisa....

É engraçado como coisas tão simples deixaram de fazer parte da nossa vida e o facto de as voltarmos a fazer dá-nos um prazer enorme. Já não me lembrava da última vez que tinha tomado um banho de banheira. A semana passada fiquei um dia em casa e depois de levar a miuda para a escola estava sozinha em casa, o que é muito raro. Decidi levar em conta algumas sugestões da Inês Pimentel. Enchi a banheira, juntei sal e algumas gotas de óleo de eucalipto. Acendi velas, coloquei musica relaxante, fiz uma exfoliação e uma máscara hidratante, e ali estive naquela água quente e perfumada....bem, maravilhoso. Foi muito bom mesmo. Passei o dia muito mais relaxada, a casa ficou completamente perfumada com os produtos que usei facilitando também o relaxamento da mente.

Talvez o facto de ter lido estes livros me tenha ajudado a perceber que é preciso parar de vez em quando para cuidar de mim, pois só assim conseguirei andar mais calma e fazer as coisas com outro raciocinio e até a ver as coisas de outra forma. Torna tudo mais leve.

Este género de livros não nos ensinam nada de novo mas abrem aquela gaveta esquecida no fundo do armário. E quando a abrimos é como se tivéssemos descoberto um grande tesouro esquecido no tempo: a nossa verdadeira e unica versão, a melhor de nós!

Simples Assim!

Feliz 2019

received_286880972016396.jpeg

 

Tenho andado tão sumida....

Mas por uma boa causa. No ano passado o meu espírito natalício esteve difícil de se manifestar, este ano foi o oposto. Ainda era Novembro e já eu andava completamente ansiosa e ocupada com decorações e até com aquele sentimento de agradecimento. Estou em casa desde o dia 22 e têm sido dias muito preenchidos com os miúdos e a família. Tão bom. Temos cozinhado, passeado, ido à praia caminhar, passeios de bicicleta....muito muito bom.

O meu Natal foi como sempre em familia na casa da mãe!!! Adoro.

E o vosso? Como foi? Espero que abençoado. 

Para 2019, e ao contrário dos outros  anos, não tenho objectivos definidos. Nem quero sequer pensar ou delinear o que quer que seja. Quero viver e aproveitar o que me for oferecido. Tenho vontades e objectivos que quero concretizar mas nao quero pensar que será em 2019 ou 2020....não. Serão vontades a serem realizadas ao longo da vida. Cada vez acredito mais que para tudo há o tempo certo. E tenho a certeza que tudo será realizado no momento certo, sem pressões e sem ir atrás. É preciso saber esperar para melhor poder saborear. É o que vou fazer!

Espero que todos vocês entrem com os dois pés neste novo ano, num grande salto para a frente. Agradeçam o que têm, vivam cada momento da melhor maneira aceitando e saboreando.

Feliz Ano Novo!

Simples Assim!

Coretos

A magia do Natal anda por aí? E aposto que a correria acompanha!

Por aqui as compras estão feitas, assim como está comprado o papel de embrulho e as fitas....mas ainda falta embrulhar alguns presentes. Este ano ao contrário do ano passado o Espírito de Natal entrou  mais cedo cá em casa,  e os enfeites foram iniciados ainda no final de Novembro. Temos vindo a acrescentar uma coisinha aqui e outra ali todos os fins de semana. Os jantares também já começaram, e na próxima semana estarei por casa!!! Gosto tanto desta época! Nestas últimas semanas tenho feito questão de ver filmes de Natal praticamente todas as noites no Fox Life. Adoro! E foi exatamente nestes filmes que me apercebi que em todos existe uma coisa em comum na Cidade onde tudo acontece:um coreto! É verdade. É aqui que toda a gente se reúne para iluminar a cidade, para cantarem canções de Natal ou mesmo para fazerem aqueles mercadinhos de Natal. Dei comigo a pensar que seria esse exatamente o significado de um coreto:juntar as pessoas da terra. Aqui na minha terrinha tivemos um coreto....há já uns anitos, era eu uma miúda. E sim chegou a ser utilizado para uma festa ou outra. Não me parece que lhe tenham dado muito uso ou o uso que merecia. E acabaram por o deitarem abaixo para fazerem uma rotunda....É verdade. Agora olhando para trás foi uma atrocidade o que fizeram. Realmente os valores vão se perdendo o que é uma pena.

Significado encontrado:

Coreto é uma cobertura, situada ao ar livre, em praças e jardins, para abrigar bandas musicais em concertos, festas e romarias. Em Portugal, é encontrado praticamente em todas as povoações no seu centro ou junto a igrejas ou capelas. Também é usado para apresentações políticas e culturais. 

Este era o nosso:

coreto.jpeg

Sei que ainda o usámos pois lembro-me de actuar em algumas danças quando era miúda aqui nesta zona num palco feito ao lado, o coreto se nao estou em erro servia de zona de quermesse onde vendiamos as rifas.

E depois há deles fantásticos, uns mais lindos do que outros:

coretotavira.jpg

coretomoura.jpg

praca-do-coreto.jpg

Imagens retiradas da net.

E muitos mais existirão, uns mais modernos outros mais antigos mas todos tinham o mesmo objectivo: juntar pessoas.

Screenshot_20181218-133214_Gallery.jpg

Esta tirei ontem na Nazaré assim de fugida porque o vento quase me levou lol!!!

mw-860.jpg

6d428097eeedf9d9732249292b3f2009.jpg

Estes, imagens retiradas da internet, são de outros países. Com neve ficam ainda mais mágicos.

E magia é tudo o que se pede nesta época do ano!!

Simples Assim!!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D