Fotografia

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ser Mulher Simples Assim

Ser Mulher Simples Assim

Review de livros

 

livro.jpg

Quem é que já leu algum livro de Raúl Minha'alma? E o que acharam?

Acabei de ler o livro "Larga quem não te agarra". Bem, ler, é como quem diz....não foi bem uma leitura. Foi um ler aqui e ali. Tem um registo muito idêntico ao escritor Pedro Chagas Freitas.Não é daquelas leituras que se fazem a correr, não. Vai-se lendo um excerto aqui outro ali. Até porque há excertos que nada têm a ver connosco, com os quais não nos identificamos.

Parece-me que cada vez mais há uma tendência para este tipo de livros. Não são de todo da minha preferência. Confesso que este comprei tendo em conta o titulo. Sim o titulo chamou a minha atenção num momento em que era mesmo isso que eu precisava de fazer: Largar quem não me agarra, soltar o que não me prende. Penso que é o que se chama de "destralhar" tanto de coisas como de pessoas.

Há quem diga que quando chegamos aos 40 relativizamos muita coisa, deixamos de nos preocupar com muita coisa, dando importância ao que realmente vale a pena. Passei realmente por essa fase, tive de largar quem já não me agarrava.Se foi fácil? Não , não foi. Mas a partir do momento que o fiz, senti alivio. Senti acima de tudo, que tinha dado um passo em frente. Um passo importante para continuar o meu caminho mais leve e mais feliz. Neste momento estou a destralhar de coisas acumuladas aqui em casa e que nos tiram energia. Para quê guardar? É uma ilusão, tira-nos espaço e dá-nos trabalho. Não usas? Dá a alguém ou deita fora. Este é o lema.

" Os dias correm demasiado depressa para perderes tempo com o que não queres. Larga quem não te agarra, solta o que não te prende."

Mais uma vez, o tempo está aqui presente, e a falta que tenho dele ajudou-me a tomar decisões, a deixar para trás pessoas e coisas que em nada melhoravam a minha vida, pelo contrário atrasavam-na. Há que tomar consciência que a vida anda, gira e roda, e nem todos os que pertenceram ao passado nos acompanharão no futuro, há que deixá-los ir. O mesmo acontece com as coisas que teimamos em guardar. Para quê? Ficam apenas a ganhar pó, nunca mais as utilizaremos. E ficam ali apenas pelas memórias e pela esperança de se voltarem a usar. Desenganem-se. Precisamos de tempo e de espaço para tornar a vida mais leve e mais agradável.

"Passamos os dias a viver para os outros, a ouvir o que os outros dizem, a fazer o que os outros pedem, e nós, para nós, calamo-nos.(...) E a vida passa, sentimos que o tempo corre como nunca, e nós, que nem tempo temos para reparar no quão rápido o tempo passa, vamos tropeçando nos sonhos que nos caem ao chão. (...)São bocados de nós que caem e ficam, são bocados de destino que deixam de existir e sorrisos que não chegam a acontecer. Não te deixes abafar pela vida, respira sonhando."

"Andamos cheios de pressa para fazer e sem tempo para ser. Corremos para receber, andamos para dar. Não somos nada mas temos tudo. Falamos mais do que ouvimos. Escrevemos mais do que lemos. Passamos mais tempo no caminho do que no lugar. Lutamos pouco por coisa muita, choramos muito por coisa pouca. E tudo isto porque queremos ter para ser, em vez de ser para ter. Não somos o que temos, somos o que somos. E enquanto não percebermos isso, vamos continuar a dar a nossa vida e a desperdiçar o nosso tempo com coisas banais, supérfluas e efémeras.É hora de parar, sentar e desfrutar de um café com uma boa companhia.(...)Parar só por parar, e respirar fundo. A vida também é isto.(...)O tempo corre?Então deixemo-lo correr. Dêmos vida á calma e deixemos a pressa morrer."

Simples Assim!!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D